Páginas

Incompreendida.



Estou confusa e pela primeira vez depois de muito tempo as palavras alheias causaram sobre mim um estrondoso efeito e não, não foi o do álcool. Estou completamente lúcida e sinto como se estivesse sofrendo um choque térmico por causa da tremulidade em meu rosto, causada pela diferença de temperatura da água fria do chuveiro e de minhas lágrimas quentes e ácidas. Estou passando por uma das fases mais difíceis de minha vida e estou tendo que enfrentá-la sozinha ou com corpos desconhecidos. "Como é que eles não podem ver?", eis a pergunta que fiz e refiz a mim mesma milhares de vezes. Comigo eles estão decepcionados, boquiabertos, impressionados mesmo. Logo eu, a menina meiga e correta, a garota sensata, inteligente... Eu dei as costas bruscamente para todos eles de uma maneira que fez meus cabelos serem jogados ao vento e saí, saí sozinha e sem rumo. O amor meus caros, mexe, modifica demais a gente. Se eu bebi? Sim. Se eu gritei? Sim. Se eu briguei? Sim. Se eu me joguei? Sim. Fui correr atrás do proibido, beijei desconhecidos, fiquei tão bêbeda a ponto de esquecer o caminho de casa. Fiz tudo isso, fiz muito mais. Todos eles, todos os meus "amigos" me questionavam o porque de tanta mudança. Como assim? Eu quem tenho que dizer? Está tudo tão na cara... Eles falaram e eu nem liguei, afinal, ninguém ali tinha razões para tentar me mudar, ninguém ali se pôs à disposição de procurar saber quem realmente sou. Não, não sou mesmo o que tenho mostrado, nisso eles até estão certos. Mas eles não sabem o que eu sei, eles não sabem o que eu enfrentei, não sabem a dor pela qual passei e sozinha! Eles não sabem quem é você e nem tem noção do efeito que você causava sobre mim, eles deveriam saber, oras! Deviam saber sem que eu precisasse falar.  Mas só você sabe e somente suas palavras me fariam mudar.  Seria à sua voz que estaria disposta a escutar, porque é você o único que ouve o som emitido pelo meu coração e o compreende, é você o único capaz de ler a melodia escrita em meus olhos. Por você eu estamparia em meu rosto um sorriso. Agora, chorando novamente trancada nesse banheiro, estou decidida a parar. Desse jeito eu não consigo mais me entregar e para mim, machucar o coração de alguém é pior do que ter o meu próprio esmagado. Mesmo que eles não entendam as entrelinhas do que digo, eles me amam e merecem uma segunda chance por depois de tudo que eu disse, não terem desistido. Eu vou porque sei que você não volta, mesmo que entenda, não volta. Vou porque concluí que não amar dói mais que amar. 


14 colecionadores!:

  1. O amor machuca, mas traz felicidade. Quem entende um sentimento assim?
    Ótimo texto, e pensar que já me senti desse jeito :(

    ResponderExcluir
  2. Ótimo texto, você sabe bem como expressar sentimentos... Ta de parabéns, vou até te seguir ^^ Espero que siga de volta tbm ^^

    ResponderExcluir
  3. É, o amor faz a pessoa cometer atos verdadeiramente loucos, insanos. Mas no fundo, vale à pena. Lindo texto. Bjo! (:

    ResponderExcluir
  4. Muito forte, gostei disso.
    Obrigada por seguir o outro blog flor, tambem gosto muito daqui.

    ResponderExcluir
  5. "Eu vou porque sei que você não volta, mesmo que entenda, não volta. Vou porque concluí que não amar dói mais que amar."otimo final, uma grande verdade.

    ResponderExcluir
  6. Boa noite. Sou um dos membros da Associação Blogueira de letras e vim te convidar a participar do nosso projeto. Divulgaremos todos os dias um blogueiro diferente. Nosso maior objetivo é realizar a união entre os blogueiros e aumentar o número de seguidores de todos os blogs. Gostaríamos muito de sua participação. Caso estaja interessado em participar, inscreva o seu texto na comunidade do projeto.

    http://associacaoblogueiradeletras.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. E esse final?! Ficou perfeito! é incrível que as coisas as vezes são tão claras e as pessoas não percebem nê?! tá tudo ali na frente delas, toda nossa dor, mas parece que elas não conseguem ver!!
    Mas que bom, que quem importa de verdade, conseguiram continuar se importando com vc mesmo quando vc passou por um momento difícil!

    ResponderExcluir
  8. Nossa amei esse texto!
    Perfeito mesmo, já fazia algum tempo que eu não lia um texto tão bom quanto esse!
    Escreveu super bem.
    E sobre esse finalzinho do texto, você não poderia estar mais certa!

    Parabéns :)

    Beijos,

    Gabi
    Mundo Platônico
    http://gabiiem.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Olá vizinha, eu estive andando pela redondeza visitando alguns amigos e passei em frente a sua casa (blog) e estava toda iluminada...entrei e me encantei com o que vi!
    Quando você tiver um tempinho, passa lá em CASA para um café e se resolver ficar, coloco meu melhor traje e venho também para ficar !
    Abraço
    Da vizinha Valéria, mas pode me chamar de Vá!

    ResponderExcluir
  10. Amar é realmente complexo demais. Sempre traz esse misto de felicidade, bem-estar, euforia, tristeza e desespero. Mas no fim vale a pena.
    Concordo com você, não amar dói mais que amar.
    Postei a continuação da história lá no blog. Passa lá, espero que goste.
    gabecandido.blogspot.com
    ;*

    ResponderExcluir
  11. Adorei o post. Concordo totalmente com você. Amar é complicado demais viu.. haha Parabéns pelo blog. Muito lindo.

    http://equilibriofragil.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. Muuuito bom.

    http://sonhosdequalqueradolescente.blogspot.com/2011/05/conto-com-ajuda-de-voces.html

    ResponderExcluir
  13. o amor é tão malvado com a gente.. prega peças todahora.. quando achamos q vai.nao vai..
    nada disso em uma justificativa exata.. fazer o q.

    kisu

    ResponderExcluir
  14. O amor faz nós ficarmos bobas, e não pensarmos nas atitudes que tomamos, o amor é bom e ao mesmo tempo ruim. Adorei seu texto,como sempre lindo e forte.
    senhoritaliberdade.blogspot.com

    ResponderExcluir