Páginas

A luz e a escuridão.





Ela foi dormir perturbada, discussões eram raras entre eles, as palavras pensadas tornavam-se mais ferinas quando ditas. Após um pesadelo, procurou o celular por toda a parte, até encontrar. 

"Eu não queria ser repetitiva, não queria que as palavras se tornassem figuras já vistas, mas sempre tenho história demais para contar. Estou te ligando porquê sonhei que falava uma banalidade qualquer e um cara desconhecido me dizia que o rio, pelo qual meu corpo flutua inerte, é profundo demais, que o céu acima de mim é sempre noturno. Acordei frustrada por não ter conseguido responder nada durante o sonho, por despertar logo após um homem colocar um espelho diante do meu rosto e me forçar a enxergar o que eu tento esconder até mesmo de mim. Estou te ligando para falar que a água é meio densa, mas eu queria te ensinar a mergulhar em mim - bocejou. O amor é o tubo de oxigênio, prometo que não te faltará ar. A claridade sempre me assustou mais do que a escuridão, eu sempre temi que a luz me cegasse, que o sentimento me impossibilitasse de enxergar o mundo ao meu redor. Você chegou e me fez acreditar que o amor não é cego, eu odeio seus defeitos. O brilho que você trouxe não me força a tapar os olhos, só faz com que eles brilhem. Entende?"

Ela estava em uma crise de sonambulismo, dali há algumas horas nem lembraria do que havia dito. Quando soubesse, se arrependeria. O rapaz acordou com o telefone residencial tocando, pensou que fosse parente doente e correu para atender. Ele ouviu tudo pacientemente, falou que a entendia. Disse, sobriamente, que a amava e desligou o telefone. Ele sabia que de manhã ela não lembraria, estava sonâmbula ou bêbada para falar tudo aquilo, mas sentia-se feliz

- Railma Medeiros

3 colecionadores!:

  1. Lindo texto

    http://prefiroserrainha.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Youг cigaгettes гock! Truly amazing. Кeep on mаintаіning on.


    Alsо visit my pagе ... green smoke usb Charger

    ResponderExcluir